Burnout: reconhecer os sinais de alerta na equipa e prevenir

Burnout: reconhecer os sinais de alerta na equipa e prevenir

Lisboa, 29 de junho de 2022 – Os últimos anos não foram fáceis e o sistema hibrido adotado por muitas empresas, tem muitos benefícios mas, em contrapartida, também pode levar a um desgaste digital acrescido por parte dos colaboradores e a um sentimento de burnout , algo muito complexo e que demora muito tempo para ser superado. Os departamentos de RH têm hoje um desafio extra que será identificar alguns sinais nos colaboradores e agir.

A pensar nisso, a Seresco, empresa tecnológica especializada em Portugal em outsourcing em processamento salarial e gestão administrativa de RH, desenvolveu algumas dicas que permitem às empresas estar alerta e responder ao tema.

Quatro sinais de alerta

Ser excessivamente emocional. A montanha-russa de emoções e sentimentos; a perda de paciência, com tudo e com todos ao redor; o choro sem razão aparente e o exagero nas reações a problemas ou situações diárias.

Esquecimento ou dificuldade de concentração.  Esquecer conversas, ações, tarefas, se estão feitas ou não, dificuldade em focar a atenção em reuniões ou conversas e o dispersar da atenção sem memória do que foi tratado.

Perder a alegria e a vontade de fazer coisas.  As idas para o trabalho, ou desde casa, as tarefas a executar, as saídas para almoçar ou jantar, ou um simples passeio no fim-de-semana, passam a parecer tarefas muito extenuantes e perde-se a motivação e vontade de as fazer.

Sentimento de exaustão permanente. Mental, fisica e emocionalmente. O sono fica alterado e apesar do sentimento de exaustão, existe irregularidade no sono, e insónias.

Formas de evitar o burnout, para os seus colaboradores e para si

Defina o horário de trabalhoe respeite-o. Incentive os funcionários a definir horários de trabalho específicos que se apliquem ao trabalho no escritório e remotamente em casa e respeite-os, ou seja, não envie mensagens não urgentes fora de horas. Vá mais longe e recomende aos seus colaboradores uma zona livre de dispositivos em casa para usufruir enquanto estiver com a família. O nosso cérebro necessita de cerca de 20 minutos para se reorientar após uma interrupção e o som de mensagens do telemóvel, pode ser qualificado como uma interrupção. Crie oportunidades diárias para o cérebro não estar ligado.

Estabeleça um período de folga.  Certifique-se de que cada um de seus funcionários tenha um verdadeiro dia de folga. Seja generoso com os dias de férias – isso inclui domingos! Certifique-se de que eles saibam que está tudo bem em desativarem todas as notificações e até mesmo os seus dispositivos durante o tempo de inatividade. Apoie-os na construção de sistemas e equipas bem coordenadas que permitam que se desconectem sem se sentirem culpados ou insubstituíveis.

Permita um agendamento flexível. Permita que os funcionários definam um cronograma que funcione com o seu estilo de vida. Funcionários com filhos precisam de horários diferentes daqueles que não têm filhos pequenos para cuidar.É claro que o telefone do escritório precisa ser atendido, mas certifique-se de que a sua equipa possa flexibilizar o tempo no escritório e em casa conforme necessário.

Seja claro. A falta de comunicação é tão frustrante quanto a má comunicação ou excessiva. Aprenda o estilo de comunicação que a sua equipa melhor recebe e necessita e use-o sempre que possível. Seja consistente e desenvolva a confiança da sua equipa para que saibam exatamente o que pretende comunicar, sem questões dúbias. Seja conhecido como um bom ouvinte, também. Na comunicação, ouvir é tão importante quanto falar.

 

Burnout: reconhecer os sinais de alerta na equipa e prevenir

Delegue responsabilidade e reconhecimento. Agende reuniões individuais regulares com os colaboradores. Ajude-os a criar metas que os ajudarão a crescer na empresa e com a empresa e a celebrarem esses objetivos quando os alcançam. Certifique-se de que os seus colaboradores saibam que está do lado deles e que o seu sucesso profissional e pessoal é valorizado pela empresa.

Equipe a sua equipa.  Certifique-se de que a sua equipa tem o que precisa para realizar o trabalho. Tecnologia arcaica, equipamentos obsoletos apenas retardam o processo de realização do trabalho, deixando a sua equipa frustrada e o seu tempo e capacidades subaproveitados. Pergunte aos colaboradores o que precisam para otimizar o trabalho e forneça o máximo de suporte possível.

Crie um Ambiente Positivo. Torne o local de trabalho divertido. Isso será diferente em cada organização: celebre aniversários e marcos com uma festa, proporcione momentos de networking, eventos de kick-off, entre outros.

Sobre a Seresco

A Seresco é uma empresa espanhola especializada em soluções tecnológicas e transformação digital de empresas e organismos públicos. Fundada em 1969, tem centros de serviço em Madrid, Barcelona, Oviedo e Vigo.  Fora de Espanha, está presente em Portugal, Costa Rica, Colômbia e Peru. A empresa presta serviços a mais de 1.500 clientes nas áreas de administração de pessoal e salários, transformação digital para PMEs, cadastro e cartografia, infraestruturas e segurança de informação, desenvolvimento de software e inovação agrícola e pecuária.É membro fundador da AMETIC e sócio de empresas como a SAGE e a Microsoft.

Em Portugal, a Seresco inclui a oferta de todo um portfólio de serviços e soluções para a administração de salários e de Recursos Humanos, prestando serviços no âmbito da externalização e da gestão económica.

Siga-nos em:

https://www.seresco.pt/

https://www.facebook.com/serescopt/

https://www.linkedin.com/company/serescopt/

https://twitter.com/serescopt

Para mais informações contacte:

Sofia Velasco

E-mail: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

Tlm: +351 932 101 396