Cibersegurança em Recursos Humanos deve seguir as boas práticas

Cibersegurança em Recursos Humanos deve seguir as boas práticas

De acordo com o último report da equipa de cibersegurança da Seresco, empresa tecnológica especializada em processamento salarial, recentemente mais de oito mil milhões de palavras-passe foram publicadas em fóruns de hackers. Estas palavras-passe são compilações de palavras-passe roubadas em vários ataques, ao longo do tempo.

São inúmeros os ataques informáticos, por diversas vias e formas, que têm proliferado nos últimos anos, e os mesmos continuam a crescer. Por isso, a equipa de cibersegurança da Seresco, tem desenvolvido para os seus clientes, um serviço de suporte único nesta importante área para os RH das empresas, de forma a garantir proteção daquilo que de mais importante as empresas têm – a sua informação e dos seus colaboradores.

Para evitar ser vítima de burlas, lembre-se de seguir sempre as recomendações Seresco:

  • Não abrir e-mails de utilizadores desconhecidos ou que não tenham sido solicitados: elimine-os diretamente ou, em caso de dúvida, consulte o departamento de sistemas da sua empresa.
  • Verifique sempre os links antes de clicar neles, mesmo que provenham de contactos conhecidos.
  • Tenha cuidado com anexos inesperados, mesmo que provenham de contactos conhecidos.
  • Se descarregar ou receber um ficheiro Microsoft Office, nunca ative a opção "editar ficheiro", a menos que tenha a certeza de que o mesmo é legítimo.
Cibersegurança em Recursos Humanos deve seguir as boas práticas

  • Não faça uso do endereço eletrónico da sua empresa (vulgo e-mail profissional) para o registo de serviços externos que não estejam relacionados com o trabalho
  • Não instale programas sem o prévio conhecimento e consentimento da sua empresa
  • Mude sempre a sua palavra-passe pelo menos de seis em seis meses.
  • E em caso de dúvida, pode consultar no site https://haveibeenpwned.com/Passwords (site de verificação de palavras-passe) se a sua aparece na lista de roubadas.